中文 Portuguese English

1ª leitura (Sir 27,30-28,9): A  ira e o furor são coisas abomináveis que o pecador nutre no seu coração. Quem se vinga de alguém sofrerá a vingança do Senhor, que lhe pedirá contas rigorosas dos seus pecados. Mas, se perdoares ao teu próximo o mal que te fez, também os teus pecados serão perdoados, se o pedires na tua oração. Quem guarda rancor contra alguém não pode esperar que Deus lhe perdoe a si. Tu próprio és pecador e, se não perdoares aos outros, não terás direito que o Senhor te perdoe a ti. Se tu guardas rancor, não esperes ser perdoado, tu que és um simples mortal. Lembra-te disto! Um dia morrerás. Não nutras, pois, inimizades e vive segundo os mandamentos do Senhor. Lembra-te dos mandamentos e não te irrites contra o próximo. Lembra-te da aliança com o Altíssimo e não faças caso da ofensa recebida.

 

2ª leitura (Rm 14,7-9): Nenhum de nós vive para si mesmo e nenhum morre para si mesmo. Se vivemos, é para o Senhor que vivemos e, se morremos, é para o Senhor que morremos. Portanto, quer vivamos quer morramos, é ao Senhor que pertencemos. Aliás, foi para isto que Cristo morreu e voltou à vida: para ser Senhor tanto dos mortos como dos vivos.

 

Evangelho (Mt 18,21-35): Pedro foi ter com Jesus e perguntou-lhe: «Senhor, se o meu irmão me ofender, quantas vezes lhe devo perdoar? Sete vezes?». Jesus respondeu: «Não te digo sete vezes, mas setenta vezes sete». A propósito, o Reino do Céu é semelhante a um rei que quis ajustar contas com os seus servos. Começadas as contas, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos(*). Não tendo ele com que pagar, o senhor ordenou que fosse vendido com a mulher, os filhos e todos os seus bens, a fim de pagar a dívida. O servo lançou-se então aos pés do rei dizendo: «Dá-me um prazo e tudo te pagarei». O senhor, compadecido do servo, mandou-o em liberdade, perdoando-lhe a dívida...

澳門家辣堂街十三號地下 Rua de Santa Clara, No.13, Macau TEL: +853 2832 3209 Fax: +853 2832 2976 P.O.Box: 3010 Email: info@peacemacau.org